Arquivos mensais: julho 2015

Fazer citações nas normas

Dando continuidade ao processo de formatação de documentos, hoje, o assunto tratado será citação. A norma brasileira para elaboração de citações é a NB10520 e tem como objetivo apresentar as características oficiais para a criação de citações em todo o tipo documento, nos quais o emprego das Normas da ABNT seja necessário. Os tipos existentes de citação, bem como um exemplo prático de todos eles serão apresentados. Aqui, o artigo não tem o intuito de ser uma transcrição das NBR 10520, mas sim apresentar métodos simples e eficientes para usá-la. Como já foi dito no artigo anterior, é importante acabar com aquele “medo” que muita gente sente em relação às normas.

Você pode conferir o cronograma com os artigos sobre ABNT:

Aprendendo a citar, aprendendo a dar valor

Assim como já diria Armando Nogueira: “Copiar o bom é melhor que inventar o ruim”, em todo o tipo de trabalho ou criação de projetos, acabamos copiando ou emprestando parte do conhecimento de outras pessoas. Entretanto, isso não ocorre porque não tivemos a capacidade de pensar em algo do gênero antes, mas sim porque existem fontes que realmente servem como base para desenvolver um trabalho, e, conseqüentemente, devem ser usadas e consultadas.

http://www.estudoadministracao.com.br/ler/20-11-2014-o-que-significa-sic/

Fluxo de caixa

Afinal, o que é fluxo de caixa? O Fluxo de caixa é um instrumento de controle que informa ao empresário toda a movimentação de capital (entrada e saída) da empresa em um determinado período de tempo. Seu objetivo é organizar os gastos da empresa, criando uma base de dados que ajude o empresário a administrar com mais segurança os períodos em que vai precisar captar ou aplicar seu dinheiro.

Uma empresa que deixa de analisar todo os processos que envolvem a entrada e saída de seu dinheiro muitas vezes se deparam com a ilusão de ter muito lucro, mas quando faz a análise de caixa percebe que aconteceu algo de errado. Por exemplo: Se em um dia a previsão de vendas era de R$5 mil mas houve um lucro acima do esperado, atingindo R$ 8,5 mil, ótimo não é? Um grande motivo para comemorar com a equipe de vendas! E se no mesmo dia a previsão de despesas também extrapola seu valor, que era de R$4 mil para R$12 mil? O saldo final fica negativo e você não tem mais tantos motivos para comemorar.

Neste ponto o empresário se depara com uma situação difícil se não tiver todos os seus gastos registrados e controlados pelo fluxo de caixa. Onde foi que gastou mais se a previsão de despesas era de R$4 mil? Por que gastou mais? A empresa realmente precisava gastar com dois ar-condicionados novinhos? O investimento dos lucros na própria empresa é essencial para melhorar o ambiente de trabalho, mas deve ser feito com base na projeção dos lucros e das despesas, é ai você precisa entender muito bem o que é fluxo de caixa.

Para manter sua eficácia, é importante que o relatório de fluxo de caixa tenha periodicidade, por isso ele deve ser diário, semanal, quinzenal ou mensal. Esta varia conforme as necessidades do seu negócio mas os especialistas afirmam que a projeção do fluxo de caixa deve acontecer por um período mínimo de três meses. Este tempo é suficiente para você planejar quando pode dar um aumento para seus funcionários, contratar mais um colaborador para equipe, realizar promoções para queimar o estoque ou até mesmo investir em novos produtos.
http://www.portalmei.org/planilha-fluxo-de-caixa-mei/